10 motivos para conhecer Campos do Jordão em qualquer época do ano

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Redação

Com tantas atrações, o que não faltam são motivos para conhecer Campos do Jordão, no interior de São Paulo. O local sempre conta com clima fresco e oferece várias opções de passeios legais. Confira 10 razões para visitar a região em qualquer época do ano.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link

10 motivos para conhecer Campos do Jordão

1 – Ar-condicionado natural

A preservação das florestas de Araucárias e dos campos de altitude garantem quatro estações muito bem definidas e sempre com temperaturas amenas. No verão, por exemplo, a cidade fica 10 graus mais fresca em relação a outras estâncias.

Em Campos do Jordão não é necessário ter ar-condicionado nos quartos, porque a cidade possui uma corrente de ar gelado natural. Sua localização, no alto da serra da Mantiqueira, a 1700 metros acima do nível do mar, contribui para esse clima agradável e refrescante.

LEIA MAIS: PASSEIO DE TREM É OPÇÃO PARA CONHECER CAMPOS DO JORDÃO
CONHEÇA OS MELHORES PASSEIOS EM CAMPOS DO JORDÃO

2 – Paraíso dos esportes ao ar livre

Campos do Jordão é repleta de cenários para os amantes dos esportes. O clima atrai corredores de todo o país, pois treinar em altitudes elevadas aumenta o condicionamento físico. Não faltam percursos planos e montanhosos para atletas amadores ou profissionais buscarem a melhor performance.

A estância tem um local exclusivo para a prática do Mountain Bike. No Zoom Bike Park existem 19 trilhas com quatro níveis de dificuldade.

Para quem prefere os asfalto, a cidade recebe, de 27 a 29 de setembro, a etapa brasileira do o L’Étape de France, a maior competição de ciclismo de estrada do mundo.

3 – Lazer e entretenimento para todas as idades

Patos, marrecos, galinhas de angola, pavão e outros. A Fazendinha Toriba conta com mais de 200 aves, e a maioria vive solta. Também há contato direto com carneiros e ovelhas que ficam pastando o dia inteiro. As vacas, os bezerros, os pôneis e mini pôneis podem ser tocados e alimentados.

Outra dica para o ano inteiro é visitar o complexo do Tarundu, que fica próximo à fazendinha. Lá, existem 33 atividades de lazer. Entre os brinquedos, destaque para o Tubo Insano, a Bóia Cross e a Orbit Ball, que rola morro abaixo com até duas pessoas dentro.

4 – Contato constante com a natureza

A maior floresta de Araucárias do Estado de São Paulo fica em Campos do Jordão. Ela faz parte do Horto Florestal, que preserva mais de 800 tipos de plantas e quase 70 espécies de animais e 160 de aves.

Dentro do Horto há uma agência de ecoturismo com bicicletas para alugar. Também existem trilhas que podem ser feitas a pé. O destaque fica para a dos Campos de Altitude, que proporciona uma ampla vista da Mata Atlântica. Também há uma exposição histórica bem em frente ao estacionamento, com dezenas de fotografias, desde a criação do Horto, em 1941, até os dias atuais.

Além disso, o local ainda conta com o programa Aventoriba pelas trilhas da Mantiqueira. O grau de dificuldade varia de acordo com a disposição e preparo físico dos participantes. As expedições saem todo sábado do hotel Toriba e são feitas no ritmo do grupo, por uma equipe de guias. As caminhadas sempre terminam em um restaurante da região.

5 – Bondinho na mais alta ferrovia do Brasil

Há mais de 100 anos, o bondinho, marca registrada de Campos do Jordão, corta a cidade desde o portal até Capivari, na mais antiga estrada de ferro do País. São 50 minutos de uma ponta a outra, todos os dias, incluindo feriados. Em Pindamonhangaba, um trem de subúrbio faz o passeio de segunda a sábado até o balneário de Piracuama. Sábados e domingos um trem mais moderno entra nos trilhos.

6 – Temporadas gastronômicas

Campos do Jordão é conhecida por seu roteiro gastronômico, que reúne as melhores cozinhas do mundo, mas também valoriza o que é da região. Desde de 2006, os restaurantes do grupo Cozinha da Montanha desafiam quatro vezes por ano os seus chefs a criarem pratos exclusivos utilizando essencialmente produtos típicos da Serra da Mantiqueira.

No outono, o pinhão torna-se o principal ingrediente das receitas. Já no inverno, as especialidades da estação ganham destaque, com a fondue. Em setembro, a cidade recebe a temporada gastronômica da cerveja artesanal, com pratos feitos de forma harmônica com a bebida. E em dezembro será a vez das frutas vermelhas entrarem no cardápio.

7 – Uma cidade que respira cultura

Campos do Jordão é uma cidade cultural. Além de sediar o principal festival de música clássica da América Latina, também reúne diversos ritmos e estilos nos inúmeros bares e restaurantes de Vila Capivari. Todo fim de semana, artistas fazem a trilha sonora do passeio. E além do badalado centrinho, os jardins do Auditório Cláudio Santoro, palco principal do festival, também recebem frequentemente apresentações de teatro, dança e corais. Entre as atrações estão as “Meninas Cantoras de Campos do Jordão”.

8 – Rede hoteleira de alta qualidade

Hospedar-se em Campos do Jordão nunca foi problema. A cidade possui uma das mais completas redes hoteleiras do país. São 14 mil leitos, distribuídos em 280 hotéis e pousadas, que oferecem quartos acolhedores e aconchegantes, independentemente do padrão da hospedagem.

Uma boa opção é visitar o local durante a baixa temporada, já que os preços ficam mais acessíveis. Alguns hotéis chegam a cobrar cerca de 30% a menos. É o caso do Toriba – a partir de setembro, um fim de semana para casal passa a custar R$ 2.100. Já no Vila Inglesa a diária também cai cerca de 30%. De segunda a sexta-feira, um quarto para duas pessoas pode ser reservado por R$ 996.

9 – Acesso fácil e seguro

A localização geográfica é outro diferencial de Campos do Jordão. A estância está a 178 quilômetros de São Paulo e a 337 quilômetros do Rio de Janeiro. Partindo da capital paulista, a viagem de carro dura cerca de duas horas pela via Dutra ou pelo complexo viário Carvalho Pinto/Ayrton Senna. Vindo do Rio, são pouco mais de quatro horas de estrada.

As rodovias são bem equipadas e os usuários contam com guinchos, ambulâncias e equipes de resgate para qualquer eventualidade.

10 – Uma cidade só para você

No inverno, mais de um milhão de pessoas visitam Campos do Jordão. Apesar de toda infraestrutura, a cidade sofre as consequências de sua fama. Em julho, principalmente na segunda quinzena, não é raro enfrentar filas em restaurantes. Além disso, o trânsito fica lento e encontrar uma vaga para estacionar exige sorte e paciência. Mas, com o fim da temporada, as visitações diminuem e a tranquilidade impera.

Passeios em Campos do Jordão

Na galeria, veja alguns dos melhores pontos turísticos da Campos do Jordão:

  • Morro do Elefante, um dos pontos mais altos da cidade. É possível conhecer o local na ida do passeio de teleférico ou ir diretamente de carro
  • Palácio Boa Vista, a residência de inverno do Governo do Estado de São Paulo. O local tem mais de 105 cômodos e reúne telas de Tarsila do Amaral e Di Cavalcanti, além de outras obras
  • Crédito: Thalita Ribeiro / Rota de Férias
    Teleférico de Campos do Jordão. São cerca de cinco minutos de subida e descida, a quase dois mil metros de altura. O passeio custa R$ 16 por pessoa
  • Vila Capivari, o centro de Campos do Jordão. O local é recheado de lojas, bares e restaurantes. Oferece opções para um café à tarde ou passeio mais agitado, à noite
  • Museu Felícia Leirner, com esculturas da artista, a céu aberto. A entrada custa R$ 10, e estudantes e idosos pagam meia
  • Portal da entrada de Campos do Jordão. O local é o principal símbolo da cidade e parada quase obrigatória para foto de recordação
  • Crédito: Reprodução YouTube
    Bar de Gelo, também conhecido como Iceland, em Campos do Jordão. Prepare o casaco, pois as temperaturas no local ficam entre -15° C e -21° C
  • Crédito: Reprodução YouTube
    Parque da Floresta Encantada. Uma das atrações para as crianças, com direito a casa dos anões, das bruxas e outros detalhes fofos
  • Uma das principais fábricas para conhecer na cidade. Aqui é possível degustar a cerveja Baden Baden. O valor de entrada é de R$ 30 por pessoa. Menores de 18 anos não são permitidos, mesmo que acompanhados dos pais ou responsáveis
  • Horto Florestal, outra opção de passeio ao ar livre em Campos do Jordão. Conta com atividades como tirolesa e arvorismo
  • A Ducha de Prata, um pouco afastada do centro, vale o passeio, já que permite apreciar as quedas d'água e visitar as lojinhas ao redor
  • Para quem gosta de conhecer a flora nacional e de outros países, o Parque Amantikir é uma boa pedida. Ali, há jardins inspirados em diversos países, que rendem lindas fotos. A entrada custa R$ 40,. Estudantes e idosos pagam meia



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados