Infinitas possibilidades

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vinícius Castelli

Varandas gourmet nos apartamentos podem servir para cantinho da leitura, extensão da sala, jardim e até mesmo para o tradicional churrasco brasileiro

Ao circular pelas ruas e olhar para o alto, para os mais novos edifícios residenciais, é comum, hoje em dia, ver os apartamentos não mais com suas tradicionais janelas, apenas, mas com varandas (ou sacadas) gourmet. Se tornou espaço desejado pelos novos compradores. É local para receber família e amigos, colocar rede e um sofá gostoso. Há quem se dê o direito até de instalar uma churrasqueira e quem prefira usar como espaço para leitura. Não há limites para definir o seu uso.

Segundo a arquiteta Karina Passarelli, essa é uma tendência que surgiu no Sul do País e foi disseminada para as outras regiões como quase um item obrigatório para as construtoras. “A varanda gourmet, atualmente, é considerada uma extensão da sala de estar ou jantar.  Além de agregar valor ao imóvel, integra o restante dos ambientes, trazendo, assim, a sensação de espaço amplo e aberto. É com certeza considerada um plus no imóvel”, explica.

A profissional diz que atualmente existem muitas opções de varandas gourmet e para todos os gostos. A variação é o tamanho disponível do ambiente e a disponibilidade financeira que interessado (ou dono) deseja investir. “São infinitas as possibilidades para um projeto para esse espaço. Por exemplo, uma opção é eliminar a mesa de jantar da parte interna do apartamento e levá-la para a varanda, de forma que a sala de estar fique completamente livre de mesa e cadeiras e a sacada se transforme no ambiente para as refeições da família.”

De acordo com o arquiteto Alexandre Squassoni, esses espaços não são exclusivos de apartamento de alto padrão, mesmo os imóveis com custo menor contam com alguns metros quadrados reservados para receber os amigos e fazer um happy hour, por exemplo. “A sacada gourmet caiu no gosto dos brasileiros, pois tornou-se uma aliada para o estilo de vida mais tranquilo. Ela se faz necessária para quem tem um ritmo de vida mais acelerado ou para aqueles que estão em grandes metrópoles e precisam de momento de relaxamento, lazer e prazer.”

Na hora de pensar na decoração de uma sacada gourmet, Squassoni diz para que a aposta seja em móveis multifuncionais, que garantam o aproveitamento do espaço. “Os móveis planejados são bem-vindos neste local. Caso tenha uma churrasqueira, não esqueça de instalar um exaustor ou um sugar para que a fumaça não entre para os outros cômodos”, alerta.

Aos amantes do churrasco, Karina sugere uma bancada com cuba e torneira, espaço para o corte das carnes antes de irem ao fogo e depois de prontas, geladeira ou frigobar – se o espaço permitir – e, é claro, uma bancada mais alta que servirá como mesa de refeição e bancos ou então uma mesa com cadeiras.

Para quem busca ambiente leve e aconchegante, Karina alerta para a iluminação. Diz que é um item importante para ser bem trabalhado, pois isso trará a suavidade e a sensação de bem-estar. “Assim como objetos decorativos, plantas e cadeiras ou sofás confortáveis onde o morador possa desfrutar de agradáveis momentos neste lindo ambiente.”

Outro ponto que ela toca é o fechamento em vidro da sacada, que protegerá o ambiente da poluição, vento, chuva, além do tempo frio no inverno. “Outro item não menos importante é a persiana de tela solar, que atuará como o protetor da varanda gourmet, de forma eficiente da incidência direta dos raios solares”, afirma.

Se quem mora em casa com quintal tem direito a um jardim, com esse tipo de espaço nos apartamentos essa necessidade pode ser bem resolvida também. Segundo Squassoni, as folhas e flores humanizam e agregam beleza ao ambiente. “A escolha das plantas deve ter relação com a luminosidade do espaço, para que permaneçam hidratadas e protegidas. Aproveite o local para cultivar uma mini-hortinha, assim você pode aproveitar os temperos frescos para preparar as refeições diárias”, reforça. 

Para quem sonha com a sua sacada gourmet ou quem já tem, mas ainda não sabe como decorá-la, o arquiteto sugere o uso de objetos que deixem o espaço com a personalidade do morador. Segundo ele, vale a pena também optar por sofás, chaises, pufes, banquinhos e ninhos de acordo com a área útil disponível. “Para trazer mais cor e a sensação de aconchego para o espaço, abuse das mantas e almofadas sobre os assentos sempre que receber pessoas na sacada”, encerra.

 



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2020. Todos os direitos reservados