Eliane Giardini abre o jogo sobre trabalhar com o ex-marido, Paulo Betti: No começo era um pouco difícil

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Estadão

Eliane Giardini abriu o jogo sobre como está sendo trabalhar ao lado do ex-marido, Paulo Betti. Durante festa de lançamento da novela Orfãos da Terra, que aconteceu na noite da última quinta-feira, dia 14, a atriz confessou que sua boa relação com o ator foi construída através de muito diálogo, fazendo com que os dois sejam hoje bons amigos:

- A gente vive uma geração em que se conversa muito e nada vai para debaixo do tapete. Resolvemos tudo na época e nos separamos há muitos anos. Não é fácil uma separação . No começo era um pouco difícil, mas aos poucos foi entrando na normalidade, explicou.

Eles foram casados por 25 anos, têm duas filhas, um neto e, agora, vão formar um casal na próxima atração das seis, que estreia no dia 2 de abril. A trama tem como pano de fundo o conflito sírio ? guerra civil iniciada em 2011. Na história , Eliane dá vida a Rania , que é síria e casada com Miguel Nasser, um comerciante brasileiro que também tem ascendência árabe. Eles têm três filhas: Aline, personagem de Simone Gutierrez, Zuleika, vivida por Emanuelle Araújo e Camila, interpretada por Naju Dorigon.

Mas essa não é a primeira vez que eles atuam como um casal depois do término do casamento. No cinema, estiveram juntos em A Fera na Selva, e na televisão interpretaram um casal na novela Tempos Modernos.

Paulo Betti também mostrou que trabalhar com a ex-esposa não é um problema e que eles continuam sendo uma família:

- Sempre é bom trabalhar com ela. Uma excelente atriz, muito generosa com os colegas. Somos uma família.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2019. Todos os direitos reservados