Piracicaba tem Salão Internacional de Humor

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

 Foram 2.985 trabalhos enviados por 560 artistas de 57 países. Entre esses, o júri escolheu 108 caricaturas, 70 charges, 79 cartuns, 73 tiras, 46 prêmios temáticos Criança e 34 temáticos Saúde. Os números impressionantes pertencem ao 44º Salão Internacional de Humor, considerado um dos mais importantes do mundo. O evento começou ontem em Piracicaba com abertura de mostra gratuita, que vai até 12 de outubro no Armazém 14 do Engenho Central.

Entre os selecionados, estão o ilustrador do Diário, Seri, e o artista de São Bernardo, Rui Miranda Cerqueira. Seri enviou desenho de Donald Trump. “Entrei nessa onda de ele ter negado o tratado de Paris. Brinquei com o cabelo como se fosse a fumaça e o rosto como uma chaminé”, descreve Seri, que participa do salão desde 1981. “Piracicaba era uma aventura para os moleques que estavam começando”, lembra.

Rui, por sua vez, quis exaltar o brasileiro Monteiro Lobato com A Caixa dos Brinquedos. “Escolhi Lobato porque ele é a maior referência do universo infantil e meu primeiro no segmento caricatura-escultura”, conta.

PREMIADOS
Ontem foram entregues prêmios para os artitas com os trabalhos de mais destaque. São eles: Dalcio Machado, Raimundo Rucke, André Moura Bethlem, Bruno Hamzagic, Klaus Pitter, Angel Corbo, Fred Ozanan e Makhmudjon Eshonkulov.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados