Brasileiro ‘As Boas Maneiras’ ganha prêmio

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Rui Martins <br> Especial para o Diário

 O Festival Internacional de Locarno (Suíça) acabou com desfecho muito positivo para uma produção brasileira. As Boas Maneiras, dirigida por Juliana Rojas e Marco Dutra, ganhou o Prêmio Especial do Júri. A coprodução da Globo Filmes e das companhias francesas Urban Factory e Good Fortune Films é história de horror e fantasia sobre a enfermeira Clara (Isabél Zuaa), da periferia de São Paulo. Ela é contratada como babá do filho que Ana (Marjorie Estiano) está esperando, mas, durante certa noite de lua cheia, acaba assumindo a maternidade de uma criança diferente, um lobisomen.

A produtora Sara Silveira destaca o fato de o filme ter sido feito com suporte e parceria da França, permitindo o acesso aos mais modernos efeitos especiais. O prêmio, segundo ela, traz ânimo para continuar. “Agora se deu mais um passo com o horror, é um horror suave. É um filme de autor com performances tecnológicas importantes. Os cumprimentos que recebemos em Locarno do público, de cinéfilos e de gente do cinema nos garantem que terá sucesso”, diz.

Sobre a escolha de ser fábula, a diretora Juliana Rojas conta que se trata do estilo da parceria com Marcos Dutra. “A gente sempre trabalhou com elementos de gênero fantasia, de sobrenatural, mas num universo realista. O Trabalhar Cansa, por exemplo, começa muito naturalista e, aos poucos, vai ficando denso. No caso deAs Boas Maneiras a gente queria construir universo fantástico, mas ao mesmo tempo confrontar a geografia que temos na cidade. Está próximo da fantasia, mas transita entre gêneros”, conclui.

>Rui Martins foi para Locarno, convidado pelo Festival Internacional de Cinema.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados