Mostra no Pró-Memória valoriza trabalhos feitos em papel artesanal

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

 Muita gente realmente não dá valor para o papel. Nem presta atenção nas formas em que poderia ser melhor aproveitado. Não é o caso do arquiteto Tadashi Konno. Ele tem oficina de papel artesanal reciclado e prova que muita coisa bacana pode render desta matéria-prima.

Em cartaz até o dia 1º de setembro no Ateliê Pedagógico localizado na Casa de Vidro (Avenida Goiás, 1.100), em São Caetano, a mostra Permeável Papel Humano – Tadashi Konno Vida Reciclada é um bom exemplo destas obras. São 50 peças de 19 artistas que utilizaram várias intervenções em técnicas diversas, como xilogravura e aquarela,

“Fiquei sabendo que ele tinha uma oficina de papel artesanal e recebi o convite para visitá-lo. Aceitei na hora perguntando se eu poderia fazer uma xilogravura sobre um papel com tecido agregado. A autorização foi imediata e a xilo pôde ser realizada. Tadashi quis doar sua oficina de papel artesanal para a nossa cidade, sendo a Pró-Memória, o lugar ideal para a disseminação da ideia da reciclagem”, explica o coordenador do Ateliê Pedagógico, João Alberto Tessarini.

> Permeável Papel Humano – Tadashi Konno Vida Reciclada – Exposição. No Ateliê Pedagógico, dentro da Casa de Vidro (Avenida Goiás, 1.100), em São Caetano. Até 1º de setembro, de segunda à sexta, das 9h às 12h, e das 13h às 17h. Entrada livre e gratuita.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados