Cervejaria de São Bernardo oferece chope no self service

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Daniel Tossato<br>Do Diário OnLine

 

Que as choperias especializadas em cervejas artesanais já não são novidades no Grande ABC, isso todo mundo já sabe. Mas uma delas, que fica em São Bernardo, tem revolucionado o jeito de servir da boa e velha cerveja gelada.

 

Com uma casa na Rua Kara, o Brand New Beer oferece três bicos da bebida onde o cliente pode se servir, fazendo surgir o primeiro sef service de cerveja do Estado de São Paulo. A ideia pioneira foi trazida à região por Eduardo Vaz, 44 anos, que mora na cidade há oito.

 

“A primeira vez que vi alguém vendendo chope desse jeito foi nos Estados Unidos, quando estive no país a trabalho. Achei muito interessante e comecei a pensar em algo deste tipo”, relembrou.

 

Com 15 torneiras da bebida para agradar os vários tipos de pessoas que passam por lá, a casa também oferece diversas opções de pratos para harmonizar com as cervejas. Hambúrgueres artesanais, porções e carnes que saem de uma churrasqueira.

 

“Das torneiras, apenas três são utilizadas no self service. O cliente entra na casa, recebe um cartão onde carrega com algum valor e pode se dirigir até o bico para encher o caneco”, explicou.

 

Vaz, que tem uma extensa carreira na indústria gráfica, passou a se interessar por cerveja exatamente pelas viagens que fazia a outros países devido ao trabalho. Observando a cultura cervejeira de outras localidades do planeta, passou a se interessar em produzir a própria bebida. “Em 2014 comecei a fazer cerveja com alguns amigos e o interesse por este universo só aumentou”, explicou.

 

Daí para começar a pensar no Brand New Beer foi um pulo. Todo o conceito da casa, a localidade e o que seria servido foi pensado para melhor atender o cliente. “Só a obra levou seis meses, mas ao todo demorei um ano para concretizar o bar.”

 

A casa tem capacidade para receber 120 pessoas sentadas para bebericar as várias opções de chope que oferece. Segundo o dono, aos fins de semana, cerca de 600 pessoas passam pelo local, o que, segundo ele, faz a cervejaria ser um sucesso. “Temos dias que algumas pessoas não conseguem entrar, pois tem muita gente”, brinca.

 

Acompanhando a tendência de criar uma clientela fiel e com o objetivo de sempre ampliar o número de consumidores, a casa também oferece uma régua de degustação com cinco tipos de cervejas apresentadas em doses menores.

 

Apesar do espaço ser o de uma cervejaria aparentemente normal, Vaz sabe que concebeu um diferencial que tem potencial para ser tendência dentro das casas do ramo. “Acredito que fomos um pouco extremos com esse conceito, mas um dos objetivos é que o chope esteja cada vez mais presente”, disse.
 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados