Velha e nova Jerusalém

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Soares

Apesar da ascensão de Tel Aviv, o turismo religioso continua sendo um dos principais motivos que atraem turistas do mundo inteiro até Israel. As pessoas desejam conhecer de perto os cenários das maiores histórias relatadas na Bíblia, e independentemente da crença, é difícil não se impressionar com as ‘passagens’ que Jerusalém guarda dentro de suas muralhas.
Proclamada capital do Reino de Israel há cerca de 3.000 anos pelo Rei Davi, Jerusalém é a maior cidade do país e possui cerca de 1 milhão de habitantes.

O coração da cidade é a Velha Jerusalém, que concentra lugares sagrados para seguidores de várias religiões. Por lá, é possível visitar o Monte do Templo, onde se encontra a pedra onde Abraão se preparou para sacrificar Isaque, e sobre a qual foram construídos o Primeiro e o Segundo Templos. É lá também onde, após a destruição do Segundo Templo pelos romanos no ano 70, o muro de contenção ao redor do Monte do Templo originou o Muro das Lamentações, onde os fiéis depositam suas orações tristes.

Historicamente, a Cidade Velha foi dividida em quatro bairros residenciais – armênio, cristão, judeu e muçulmano – e ainda mantém o sentido de sua criação.
Quem optar pelo passeio pela Velha Jerusalém conhecerá lugares históricos como o Monte das Oliveiras, Igreja das Nações, Jardins de Getsêmani, Torre do Museu de Davi e o Mercado Árabe.

Neste roteiro também estão inclusas visitas a todos os passos da Via-Sacra, o Santo Sepulcro, o Muro das Lamentações e a Esplanada das Mesquitas.
Além do circuito pela Cidade Velha, há passeios que incluem a área nova da cidade. Em meados do século 19, a Jerusalém atual começou a crescer e a cidade moderna envolve a antiga cidade murada. Elegantes avenidas levam a dezenas de bairros residenciais, áreas comerciais, museus, o complexo do governo – que inclui o Knesset (Congresso) e a Suprema Corte – o Museu Yad Vashem – Memorial do Holocausto, entre outros.

Um tour gastronômico também é ótima pedida para quem deseja percorrer um roteiro menos turístico. 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados