Delicadeza e sentimentos nas telas

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vinícius Castelli

Aos 3 anos de idade ela já rabiscava paredes e cartolinas com giz de cera. Nem imaginava que eram os primeiros passos para que sua cabeça – e mãos – criasse, anos depois, obras de arte. Psicóloga de formação e artista plástica de coração, Jessi Caçador, 25 anos, apresenta amanhã sua primeira exposição. Flores, Cicatrizes, Cores toma conta, às 20h, do Gambalaia (Rua das Monções, 1.018), em Santo André.
 
Seus trabalhos surgem de momentos em que a vida dá sinais de agitação e da vontade de transformar estes instantes em algo visual, próprio, por meio de cores e traços. “Geralmente as maiores inspirações vêm da música, de pensamentos, emoções, de um livro, filmes, ou mensagem que quero transmitir. Um retrato que quero pendurar na parede”, diz.
 
No total, a artista apresenta 65 peças, entre estudos e composições finais. Além de música, ela usa para criar tintas aquareláveis, tinta e caneta nanquim, pincéis, lápis e sal (salpicado na aquarela para causar efeito), papelão e retalhos de papéis.
 
Com sensibilidade, ela traça paralelo entre a intensidade dos sentimentos e a suavidade das cores e traços. Entre os destaques, há um homem de lata junto de um coração. “Quando resolvi pintar corações, pois estava entrando em contato mais íntimo com a essência humana e a intuição, resolvi representar o homem de lata, que traz essa mensagem bem bacana em seu personagem: ouvir o coração”, diz. Renovação da vida também está presente nas obras da artista.
 
Para Jessi, arte é, acima de tudo, uma terapia. “É um lugar que reencontrei em mim para exorcizar fantasmas e manter os demônios internos ocupados. É um portal que conecta e transmite o que há no espaço de dentro para os espaços de fora. Um lugar de aceitação, compaixão, perdão e sobretudo, amor.”
 
Todas as obras estarão a venda e custam entre R$ 15 e R$ 150. A mostra segue até 18 de junho e a entrada é grátis. Parte de seu trabalho também pode ser visto no Instagram (malditasflores).
 
 
 

 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados