Talento de sobra

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Soares<br>Do Diário do Grande ABC

 Algumas pessoas nascem com alma de artista e possuem um algo a mais que as torna diferentes de quaisquer outras. O cantor permambucano Ayrton Montarroyos é desses, com talento perculiar que o destaca em meio à multidão. Seu show de interpretação de diversas canções do cancioneiro nacional o levou ao segundo lugar da quarta edição do reality da Globo The Voice Brasil, e agora ele lança o primeiro CD, Ayrton Montarroyos (independente, R$ 19,90, em média). “Esse álbum significa muito para mim porque não há essa dicotomia entre a pessoa e o cantor. Então, a importância é de vida. É o primeiro trabalho que eu lanço e o comparo como o primeiro filho, você não sabe como se educa, mas a partir do segundo você vai aprendendo. (risos). Ou se você só teve um, passa a vida toda sem saber se soube”, explica o artista.
Com apenas 21 anos, Montarroyos canta profissionalmente desde a adolescência e dedica à tia Cirleide tudo que conquistou. “Tudo eu devo a ela, cada passo, a seriedade, disciplina, perseverança de não desistir. Ela que me levou a primeira vez para cantar, que me mostrou o caminho que teria que percorrer. Ela me incentivou muito, e não tinha palavra boa só, ela sempre foi muito crítica. Esse disco nem é meu, esse disco é dela”, explica.
Apesar da pouca idade, ele não se recorda quando a paixão pela música ocupou lugar cativo em seu coração. “Não me lembro de um momento exato. Meu primeiro cachê foi com 14 ou 15 anos. Mas a primeira gravação em disco foi em 2013, eu tinha uns 16 ou 17 anos”, conta.
O cantor fez questão de participar de todo processo de criação do álbum, desde a gravação de um pandeiro até cordas e arranjos. Entre as canções que fazem parte do repertório estão Alto Lá, de Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Sombrinha, um samba transformado em tango com arranjo de Artur Verocai. Além dessa, Não me Arrependo, de Caetano Veloso, e Que Sejas Bem Feliz, de Cartola, estão na seleção. Outro destaque é À Porta do Edifício, música inédita de Zeca Baleiro, feita especialmente para Montarroyos.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados