Atibaia de copo cheio

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Daniel Tossato

 Em sua quarta edição, o Expresso Bier Fest agitou Atibaia e a região bragantina entre os dias 21 e 23. Recebendo as fabricantes de cerveja local, food trucks dos mais variados estilos e bandas de rock, o festival ficou marcado pela público familiar e pela qualidade da cerveja que abastecia os copos dos visitantes.

O Expresso Bier Fest recebeu mais de 6.000 pessoas nos três dias em que o evento agitou a cidade. O que se pode dizer é que a região tem de tudo para se consagrar como uma rota cervejeira bem próxima à Capital e ao Grande ABC. Com dez marcas presentes, sendo a grande maioria pequenas produtoras locais, quem visitou o festival pôde experimentar mais de 50 rótulos e tipos de cerveja entre ipa, pilsen, weiss e stout.

Longe de conflitar com os eventos cervejeiros que acontecem em São Paulo, o Expresso Bier Fest tem o objetivo de fortalecer a produção local, estreitar os laços entre produtores e desmitificar a cerveja artesanal junto ao grande público.

Dentre as produtoras que merecem destaque estão a premiada Cervejaria Bragantina, que encheu os copos com sua Red Ipa, medalha de prata no V Festival Brasileiro de Cerveja, em Blumenau, um dos mais importantes do Brasil. A Quinta do Malte, de Socorro, esteve presente com suas ótimas Belgian Ale e Ipa de acento americano e a cervejaria Pedra Grande de Atibaia, que hoje fabrica mais de 4.000 litros da bebida por mês.

Não é errada a percepção de que o Brasil vive o boom da produção da bebida. Todo ano se vê cada vez mais festivais cervejeiros acontecerem por todo o País, que recebe alguns dos mais importantes rótulos e produtores do mundo. Dentro dessa análise, é salutar existir pessoas que estejam interessadas em pensar primeiro em sua região, criando assim a própria cultura de cerveja artesanal.

O jornalista viajou ao evento à convite da Expresso Bier Fest.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados