Matanza traz seu ‘countrycore’ ao Rock Club em São Bernardo

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

Em 1996, Jimmy e Donida decidiram explorar as melodias da fase inicial de Johnny Cash e as adaptaram ao que se ouvia da banda escocesa The Exploited. Assim, ao lado de Nervoso e Diba, o Matanza lançou a demo Terror em Dashville, em 1998. Desde então, o grupo toca mistura de hardcore punk, country e heavy metal, formando o tal de countrycore.

Quem não entendeu nada e quer ver de perto o sonzaço do grupo pode se preparar para vê-lo esta noite no Rock Club, em São Bernardo. A banda traz à região show da turnê Pior Cenário Possívell e faz questão de oferecer ao público o pagamento de meia-entrada com a doação de 1 quilo de alimento não perecível.

“O Matanza gosta de farra, barulho, diversão e muita zona, mas sabemos que vivemos em tempos difíceis para todo mundo, então sempre fazemos questão de dar a opção de o público pagar metade. E é também forma de ajudar instituições necessitadas”, ressalta Jimmy London, vocalista da banda.

Pior Cenário Possível é o nome do sétimo álbum de estúdio gravado pelos carioca. O CD é o primeiro do grupo a contar com dois guitarristas simultâneos (Donida e Maurício Nogueira) em estúdio e também marca a saída do baixista China. Hoje fazem parte do grupo, além do vocalista Jimmy, Dony Escobar (baixo), Jonas (bateria) e Maurício Nogueira (guitarra).

>Pior Cenário Possível, Matanza – Show. No Rock Club ABC. Rua José Bonifácio, 90, em São Bernardo (Tel.: 99194-0111). Hoje, a partir das 19h. Ingresso: R$ 40 e R$ 80.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2018. Todos os direitos reservados