Família detentora da marca Vera Cruz pode acionar Prefeitura por uso do nome

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

 Wilfred Khouri, sócio-proprietário da empresa Cinematográfica Vera Cruz Ltda., pretende acionar a Prefeitura de São Bernardo caso a marca seja usada para fins cinematográficos no antigo complexo situado na Avenida Lucas Nogueira Garcez. 

A declaração foi dada um dia após o Complexo voltar para ‘as mãos’ do município, que rescindiu o contrato com a Telem S.A, empresa que havia ganho a concessão do Complexo Vera Cruz por 30 anos. Durante a posse do espaço, o prefeito Orlando Morando (PSDB) disse que pretende investir na vocação cinematográfica do local e, questionado sobre o nome, declarou: “Entendo que sendo público (o gerenciamento do Pavilhão), o domínio é da Prefeitura.”

Khouri afirmou que ele está equivocado. “Na gestão de William Dib entramos com uma ação e a Justiça determinou que, além de nos pagar R$ 10 mil (à época), eles não podem usar a marca em atividades cinematográficas. Vou consultar os meus advogados e, em caso de descumprimento, acioná-los novamente.” Procurada, a Prefeitura não se pronunciou.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados