Fotos que cantam e dançam

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

Uma imagem vale mais do que 1.000 palavras. A expressão popular do filósofo chinês Confúcio se encaixa perfeitamente para as fotos espalhadas nesta página. Reserve alguns minutos para observar a expressão da Cássia Eller, a concentração de Naná Vasconcellos e a poesia misturada aos cabelos de Nelson Triunfo.

O que faziam, pensavam e sentiam no momento dos registros? Exercício gostoso de imaginar, não? Até dia 30, quem passar pelo shopping Praça da Moça, em Diadema, vai poder contemplar essas e outras imagens feitas pelo fotógrafo Marco Aurelio Olimpio durante 25 anos de carreira. Também estão em Imagens Musicais – mostra gratuita – figuras como Itamar Assumpção, Elsa Soares, Baden Powell, Chico Buarque, Caetano Veloso, Maria Bethania, Tom Zé, Ney Matogrosso, Criolo e Emicida.

“Só fotografo quem me identifico de alguma forma. Para a exposição, busquei fazer um recorte que privilegiasse a diversidade da música dentro do meu acervo. Separei imagens de instrumentistas, de cantores do Nordeste, do pessoal todo do samba, tem gente da música caipira, o pessoal do rock”, explica o fotógrafo ao Diário, que é morador de São Bernardo.

Olimpio começou a se especializar nos registros de artistas brasileiros no começo dos anos 1990. De lá para cá, foram mais de 1.200 cliques, livros e mais de uma dúzia de exposições. Dos momentos mais marcantes que viveu nos bastidores, ele destaca três: “Quando fotografei o Milton Nascimento, o contato com o Chico Buarque e, especialmente, quando tive o privilégio de dividir o mesmo ambiente de Gilberto Gil, na TV Cultura”, relembra.

Para o fotógrafo, as imagens também detém a magia de poder matar as saudades de momentos e de pessoas que já se foram. “As fotos eternizam na memória quem já fez história. E eu já fotografei grandes nomes como Inezita Barroso, Pena Branca, Paulinho Nogueira, Naná Vasconcellos, Vander Lee, para citar alguns.”

Olimpio destaca ainda a oportunidade de a nova geração conhecer artistas que mudaram o rumo do mercado musical no Brasil, mas que fizeram sucesso antes mesmo de muitos deles nascerem. “Outro dia recebi um visitante adolescente na exposição que já tinha ouvido falar de muitos deles e quis saber um pouco mais, que eu indicasse músicas e isso é genial. Mostra que as imagens realmente causam efeitos e têm a função também de sensibilizar as pessoas”, finaliza.

> Imagens Musicais – Exposição. Shopping Praça da Moça, na Rua Manoel da Nóbrega, 712, Centro, em Diadema. Até dia 30. Informações: 4057-8900 e www.shoppingpracadamoca.com.br. Grátis.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados