O Paraíso não é para todos

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

 Jesus contou aos seus discípulos sobre dois homens que morreram no mesmo dia. Um deles foi para o inferno e, o outro, para o céu. Este é o enredo da parábola bíblica O Lázaro e o Rico, inspiração para novela de mesmo nome que estreia amanhã, às 20h30, na Rede Record. A direção é de Edgard Miranda.

A trama a ser contada, que e passa em 600 a.C, aproximadamente, partirá da história desses dois homens que ‘partiram’, mas apenas um deles conhece o paraíso, enquanto o outro sofre no inferno. Zac (Igor Rickli) e Asher (Dudu Azevedo) são hebreus que nasceram com as mesmas oportunidades, no entanto, os dois seguirão caminhos diferentes após a morte.

As escolhas que cada um fará ao longo da vida definirão seus destinos. O amor da hebreia Joana (Milena Toscano) será disputado entre os personagens centrais, que até então têm uma profunda amizade, que se vê abalada por esse amor em comum. Mesmo ao se odiarem, não conseguem, no entanto, abandonar a profunda afeição um pelo outro.

CONTEXTO
A história se passa após o governo de vários reis que se afastaram de Deus. A cidade de Jerusalém encontra-se mergulhada na idolatria. O Povo de Israel está prestes a perder tudo que Moisés e Josué conquistaram. A Babilônia impõe sua força sobre toda a região da Mesopotâmia. Após derrotar os egípcios, Nabucodonosor (Heitor Martinez), assume o trono do vasto e poderoso império. O rei então invade Jerusalém, destrói o Templo de Salomão e escraviza milhares de hebreus, dando início ao Cativeiro da Babilônia, que se estenderá por 70 anos.

Além dos atores já citados, estão também na trama Adriana Garambone, Sthefany Brito, Zécarlos Machado, Vera Zimmermann, Henri Pagnocelli, Denise Del Vecchio, Lucinha Lins, Kayky Brito, Jorge Pontual, Gabriela Moreyra, Pérola Faria, Ângelo Paes Leme, Cristine Fernandes, Cassio Scapin, entre tantos outros.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados