Continua discussão sobre o Pavilhão Vera Cruz receber shows

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

da Redação

 Após apontar irregularidades para a realização de shows no Pavilhão Vera Cruz na sexta-feira, “atendendo a questionamento da Promotoria de Justiça”, a Prefeitura de São Bernardo disse que aguarda das empresas (Telem S A e Up Eventos) para as “próximas horas” a documentação necessária – incluindo certidões, atestados, comprovantes e auto dos bombeiros – para os shows de Gal Costa e Djavan, marcados para sexta-feira.

Em nota enviada ontem, a administração municipal confirmou ainda que a Up Eventos (produtora) se manisfestou após a notificação afirmando ter aberto processo solicitando a liberação, mas que “o expediente está sob análise da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo.” E concluiu: “Caso as empresas não atendam às exigências na íntegra, poderão não obter autorização de uso”.

Por sua vez, a Up garantiu que entregou tudo o que foi pedido e, também como foi solicitado pela Prefeitura, deve montar a estrutura antes para que os bombeiros façam a vistoria e entreguem o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) específico para o evento – o projeto, segundo eles, está autorizado. O início da montagem está programado para hoje.

Os ingressos para o primeiro evento, com Gal Costa e Djavan, de uma sequência de oito, estão sendo vendidos pela internet. A Up garante que mesmo que o Vera Cruz seja impedido, os shows serão remarcados para outros dia, horário e local, já que os artistas estão devidamente contratados.

A Telem S A – empresa responsável pelo espaço após vencer concessão por 30 anos – não se manifestou ontem até fechamento desta edição. Disse apenas na sexta-feira que “ eventos e feiras realizados anteriormente nunca tiveram quaisquer impedimentos”.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados