A verdade sobre Trump

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Élvis Clóvis

 Que Donald Trump é a maior jogada de marketing dos últimos tempos, ok. O que vocês não sabiam: ele é chinês. Existe de fato um Trumop, mas está emparedado na muralha da China. Ele, o verdadeiro, inventou um jogo de cartas chamado Trumpo, em que se misturam as regras do truco e do poker. Numa noite de jogatina, regada a tequila (...) Donald caiu como um pato e apostou não só sua fortuna como também – estão sentados? – os Estados Unidos da América, incluindo Havaí, Porto Rico e todas as franquias de fast food ao redor do mundo. Perdeu, playboy. O chineses tomaram o império. Investiram pesado nas eleições mais xing-ling da história da democracia e colocaram um sósia no lugar. Erguerão uma muralha – coincidência? –, expulsarão milhões de imigrantes e vão encher de chineses a Flórida, que passará a se chamar 25 de Março.

 
NO BUSÃO
Rodoviária é lugar de barraco. Ninguém assume suas desrazões. Brigas só terminam quando o motorista anuncia a saída, fecha a porta e parte. Dia desses, quis embarcar no horário anterior ao de costume e, embora houvesse cadeiras sobrando, a autoridade máxima do veículo me proibiu de subir. Justifiquei dizendo que sou diarista e ... nada. Detesto discussões, agressões verbais, mas também não gosto de perder embates. Recorri ao curso on-line de teatro amador, vídeo 9, “Tutorial-COMO CHORAR EM CENA” e espremi duas lágrimas. O motorista incomodou-se. MOÇO, NÃO FAÇA ISSO, POR FAVOR. MEU DEUS! Segurou meus ombros e me deu um tranco, cujo significado era: NÃO CHORA, Ô VIADO!. Olhou de soslaio para os lados, subiu no coletivo e, em 20 segundos, retornou. Pegou minha passagem e indicou as escadas. Berrou para anunciar quem mandava ali: SANTO ANDRÉ, SÃO BERNARDO E SÃO CAETANO, TRÊS ASSENTOS, SAINDO!!!
 
EU E MINHA MULHER
Élvis, olha a Karina! Que Karina? Olha como está acabada! Só conheço a Karina do postinho. Estudei com ela, homem, na mesma classe. Meu Deus, o que aconteceu? Pode ser que se separou. Às vezes, morreu alguém da família. Mas está muito envelhecida. Élvis, não estou igual a ela, estou? Élvis, olha para mim! Dá uma olhada naquela papada! Seja sincero, amor. Estou tão detonada quanto a Karina? Élvis!!! Agora lembrei, que alívio! Ela era repetente. Élvis, do que está rindo? Repetente! Que coisa mais antiga! Esquece a Karina! Élvis, seu indelicado!
 
Suzana von Ingrid, titular desta coluna, está em férias e convidou seu amigo de berçário, bingo e crochê comunitário para responder por ela. Élvis Clóvis é radialista e faz figuração de dublador em comerciais de inseticidas. E-mail: elvisaaronclovis@gmail.com e Facebook (elvisclovis).



Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados