Intervenção artística chama atenção para violência contra população LGBT

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz<br>Do Diário do Grande ABC

Quem passou pelo Paço Municipal andreense na tarde desta segunda-feira deve ter se assustado com pessoas deitadas no chão perfiladas e cobertas com sacos pretos. Mas logo tudo foi explicado. Era a intervenção artística Contando Corpos, promovida pelos coletivos Juventude Faísca, Esquera Diário, Pão e Rosas, Prisma UFABC, Coletivo AbrAção, ONG Atravessa, Coletive Friccional, PSOL Santo André e TLS ABCDMRR.

O objetivo do grupo é discutir o preconceito e a violência contra os integrantes do movimento LBGT. Eles também desejam a criação do conselho LGBT em Santo André, algo que, segundo eles, está sendo pedido há mais de três anos 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados