Alentejo, muito prazer

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

Localizada no Centro-Sul de Portugal, Alentejo poderia, tranquilamente, ser sinônimo de beleza no dicionário. Seja pelos seus suntuosos castelos, as maravilhosas paisagens ou a história, é impossível passar por lá e não se se apaixonar por esta região lusitana.

E não é só isso: o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) é considerado como um dos mais elevados do país, tem baixos índices de criminalidade e é ‘dona’ de duas cidades consideradas Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco: Évora e Elvas.

Na primeira delas está o Templo Romano de Évora, construído no fim do século 2, a recentemente restaurada Sé de Évora, a Igreja de São Francisco, com sua macabra Capela dos Ossos, entre outras. Além disso, é um bom lugar para comprar souvenirs, já que é repleta de lojas que vendem produtos típicos alentejanos, como itens de cortiça. Na segunda, a dica é assistir ao pôr do sol do Castelo de Elvas. Não verá nada igual.

Outra indicação é a cidade de Mértola, que fica em meio a um parque natural e com uma vista magnífica do Rio Guadiana, antiga cidade muçulmana, que preserva construções da época, como uma mesquita que hoje funciona como igreja católica.

Esse lado da sua história é perfeitamente retratado durante o Festival Islâmico de Mértola, que acontece a cada dois anos no mês de maio e reúne o melhor dessa cultura. E a próxima edição é este ano. Encante-se por outras atrações da região:

APAIXONANTE. As ruas estreitas Monsaraz, todas de pedra, são uma verdadeira viagem no tempo, já que a vila preserva várias características medievais, como traços e construções. Além de atrações incríveis, como a Igreja de Santiago, onde hoje se realiza mostras de arte, o Castelo de Monsaraz (acima e abaixo) e a Casa da Inquisição, um museu com a trajetória da cultura judaica, a vila está cheia de lojas de artesanato com artigos muito tentadores.

INFINITO. Essa antiga vila de pescadores fascina os amantes do mar. Com algumas das melhores praias da Europa – como São Torpes, adorada pelos surfistas, e a diminuta e intimista praia da Samoqueira –, Sines atrai visitantes com areia e mar, mas também com seu castelo e museu dedicados a Vasco da Gama, o navegador siniense.

QUARTEL. Localizada nas proximidades da fronteira com a Espanha, Elvas foi muito atacada ao longo dos séculos, constituindo um ponto importante nas defesas portuguesas. Por isso tornou-se uma cidade-quartel. Suas fortificações são consideradas Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, contando com construções imponentes como os Fortes da Graça e de Santa Luzia, Fortins de São Mamede, São Domingo e São Pedro, suas muralhas seiscentistas e mais.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados