Canais abertos se preparam para transmitir retrospectivas

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

 Mortes de artistas, tragédias, crises política e econômica, descobertas na área da saúde, grandes shows, filmes campeões de bilheteria, destaques no esporte, enfim. Quem gosta de relembrar o que aconteceu no último ano não pode deixar de assistir às retrospectivas preparadas pelos canais abertos. Amanhã, a partir das 23h, a Rede Record já vai colocar no ar o seu resumo. Já na sexta-feira, depois de A Lei do Amor, é a Rede Globo a responsável por lembrar da sua forma o ano que está acabando. Quem comanda a atração é a dupla Glória Maria e Sergio Chapelin, que vão destacar, entre outros assuntos, os escândalos políticos e as Olimpíada e Paraolimpíada no Rio de Janeiro.

A TV Cultura deixou para sábado, seu olhar sobre o que aconteceu em 2016, com apresentação de Willian Corrêa. Os fatos mais importantes serão analisados por time de comentaristas do Jornal da Cultura, formado por Arlene Clemesha, professora de História Árabe da USP; Gaudêncio Torquato, consultor político; João Marcello Bôscoli, produtor musical; Marco Antônio Villa, historiador; Paulo Saldiva, vice-diretor de Estudos Avançados da USP; e Ricardo Sennes, coordenador do Grupo de Pesquisas Internacionais da USP.

A retrospectiva do Diário será publicada no sábado.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados