Museu da Língua Portuguesa começa a renascer

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

 Não importa onde você parou/Em que momento da vida você cansou/O que importa é que sempre é possível e necessário recomeçar, já dizia o sábio Carlos Drummond de Andrade. E recomeçar é o que passou a acontecer com o Museu da Língua Portuguesa já 48 horas depois de incêndio que destruiu parte do prédio centenário na Estação Luz, em São Paulo, e matou um bombeiro. Agora, um ano depois, as obras estão efetivamente acontecendo por lá com a restauração das fachadas e esquadrias.

É o que afirma ao Diário José Roberto Sadek, secretário estadual da Cultura. “Neste um ano, a gente fez ações emergenciais importantes, como retirar escombros sem danificar as paredes, que precisaram ser ''travadas''”, explica. Já está em desenvolvimento também o projeto da estrutura da cobertura, de climatização, elétrica, hidráulica, revestimento da cobertura em zinco e consultoria ambiental.

Medidas de segurança contra novos incêndios também estão sendo tomadas. “Do mesmo jeito que estamos modernizando a parte de acervo estamos fazendo nesta área. Será instalado tudo o que tiver de mais moderno”, conta o secretário, que também promete modernidade dentro do local. “Vamos revistar todo o acervo salvo com novas tecnologias. Será repaginado para ficar mais comunicativo.”

De acordo com Sadek, o dinheiro necessário para concluir a restauração – com previsão de acontecer no primeiro semestre de 2019 – já está separado. Serão R$ 65 milhões. “É extremamente significativo ter conseguido todo o valor antes. É fruto de R$ 34 milhões de indenização, R$ 20 milhões provenientes da empresa portuguesa EDP e o restante dos grupos Globo e Itaú. Os portugueses quiseram ajudar por se sentirem representados também neste importante equipamento.”

O museu, cujo lema é criar espaço vivo sobre a Língua Portuguesa, tem dez anos de funcionamento e chegou a receber mais de 4 milhões de visitantes. Foi escolhido em 2015, pelo TripAdvisor, como um dos três melhores museus do Brasil e da América Latina. “Para o turismo de São Paulo também é extremamente importante.” Sobre possíveis exposições de inauguração, Sadek preferiu não adiantar. “Nossa missão agora é focar na restauração do museu, de um dos cartões-postais da cidade.”




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados