Nova versão do Silvio Santos vem aí

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Soares Oliveira

Ele marcou a história da televisão brasileira para sempre. De forma muito peculiar, cativa milhares de telespectadores que passam horas e horas diante da televisão, rindo de suas piadas, das pegadinhas das mais variadas, e faz a alegria do auditório com aviões de dinheiro lançados durante as gravações de seu programa, entre tantas outras coisas que só ele sabe fazer diante de uma câmera.

Silvio Santos completa 86 anos hoje e sua trajetória até aqui, com certeza, será lembrada por muitas gerações. Entre tantas publicações criadas a partir da história de vida do apresentador, ou para homenageá-lo, está sua primeira biografia, Silvio Santos – Vida, Luta e Glória – a única autorizada – publicada em 1969.

Escrita pelo roteirista Rubens Francisco Lucchetti e ilustrada por Sérgio M. Lima, a história, contada em quadrinhos, teve tiragem de 200 mil exemplares na época e suas cópias originais são bem raras atualmente. Agora, após 47 anos da primeira edição, uma parceria entre Lucchetti, a Editora Vecchi, de Porto Alegre, e a Faculdade Rio Branco vai trazer o relançamento da HQ para o próximo ano.

Em conversa com o Diário, Lucchetti relembrou como teve a ideia de fazer a biografia que, na verdade, nasceu para tentar salvar a editora na qual trabalhava, que passava por sérios problemas financeiros à época. “Me pediram para pensar em uma série de projetos”, conta. Ouvinte do Silvio Santos na extinta rádio Nacional de São Paulo, o roteirista sugeriu então transformar o quadro Histórias Que o Povo Conta, em HQ, com a narração do apresentador. “Um dos donos da editora era amigo pessoal do Silvio. Fomos na casa dele uma noite, pois precisávamos da autorização para a publicação”. Após o apresentador concordar com o projeto, Lucchetti foi além. “No fim da conversa perguntei: ‘O senhor não aceitaria fazer uma biografia em quadrinhos?’. E ele, com muita tranquilidade, concordou”, relembra.

Ao todo, foram cinco encontros, sempre às quintas-feiras, logo após a gravação do programa na rádio. “Eu tinha dez minutos. O que não conseguia anotar, memorizava.” Após o último encontro, Lucchetti conta que o apresentador lhe deu total liberdade para, dali em diante, finalizar a história como desejasse, com a promessa de que o que fosse contado seria confirmado como versão oficial. “Finalizei com uma série de fotos dos programas de televisão”, acrescenta.

Durante anos, a cópia da revista que o autor havia guardado para si ficou perdida, mas, em 2013, um conhecido para quem Lucchetti doou várias publicações entrou em contato para perguntar se ele não desejava ficar com a HQ. “A sorte é que ele não jogou fora. A revista foi salva”, explica, aliviado.

Vida do ‘Homem do Baú’ também está no MIS
Quem é fã do Silvio Santos também não pode deixar de conferir no MIS (Museu da Imagem e do Som), em São Paulo, a exposição Silvio Santos Vem Aí! A mostra traça um paralelo entre a trajetória do comunicador e a evolução do rádio e da televisão, retrata momentos importantes da carreira do apresentador detalhada com materiais inéditos, além de depoimentos, objetos, fotos e vídeos exclusivos.

Totalmente elaborada e concebida pelo MIS sob a curadoria de André Sturm, a exposição é dividida em 30 áreas com cerca de 400 itens em uma espécie de linha do tempo. Os ingressos custam R$ 6 e R$ 12 na bilheteria ou R$ 15 e R$ 30 pelo www.ingressorapido.com.

 

 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados