Além do horizonte

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Juliana Bontorim

Depois de realizar o sonho da casa própria, alguns outros itens entram na lista de desejo das pessoas. Seja por praticidade ou até mesmo por investimento, muitas buscam um ‘segundo lar’, principalmente quando se trata de um local para aproveitar o verão, como praia ou campo. Mas ao tomar a decisão de ter um endereço para descanso, o proprietário deve ficar atento a alguns fatores fundamentais, como escolher corretamente o terreno para construir ou comprar finalizado, analisando se, nas proximidades, existem o conforto necessário e também a facilidade para manutenção da estrutura.

Alguns procedimentos no primeiro momento devem ser avaliados com bastante atenção. Para edificação, por exemplo, existem sistemas próprios para iluminação dos jardins, com equipamentos que economizam energia e podem fazer com que a casa seja sustentável, assunto tão em alta ultimamente por conta da crise hídrica e dos males do efeito estufa.

Já para o piso ao redor da piscina, por exemplo, a recomendação é o atérmico, que não esquenta com o calor do sol, pode ser porcelanato ou cimentício. Não se esquecendo que o mais indicado é o tipo antiderrapante. Para áreas descobertas a sugestão é escolher o piso drenante, garantindo que a água da chuva volte para o solo.

Definidos os pontos primordiais de construção, é hora de focar no projeto de decoração. Investir no estilo clean ou abusar das cores será uma decisão com possibilidades que podem gerar boas ideias, devendo sempre priorizar aquilo que combine mais com a cara dos donos.

Logo que comprou, em 2015, um terreno num condomínio fechado no Interior de São Paulo, a designer de interiores Silmara Ferrari, de Santo André, tratou de identificar como eram as características da área, onde pegava mais sol e para que lado ficariam as janelas dos quartos. “O primeiro passo foi fazer uma visita para estudar a posição do sol e definir qual dos lados seriam implantadas a piscina e as janelas dos quartos.”

Mesmo sendo uma profissional da área, Silmara contratou arquiteta para auxiliar na difícil tarefa da concepção do projeto estrutural. Já para a decoração, sua expertise, apostou em detalhes baseados nos desejos mais profundos da família, bem como nas necessidades e expectativas de um ambiente que precisava ser amplo, confortável, com espaço gourmet, piscina e que acolhesse a todos nos feriados, férias e datas comemorativas.

A dica é valorizar as características naturais que tenham nos terrenos ou no entorno do imóvel. Se a região é propícia a ter árvores frutíferas e outras plantações características daquela localidade, é essencial preservá-las. Se a escolha for regiões de praia, a sugestão é sempre ter produtos que não se deteriorem com facilidade por causa da maresia.

“Quando visitamos o apartamento antes da reforma a parede da entrada estava muito danificada devido às malas dos visitantes, que, algumas vezes, acabavam esbarrando. Por este motivo idealizamos que o grande tapete executado com um mosaico de porcelanatos embaixo da mesa deveria se estender até a parede, protegendo a mesma de qualquer objeto que encostasse ali”, ressalta a arquiteta Evelin Sayar sobre um dos requisitos abrangidos.

A cliente da profissional, a executiva de TI (Tecnologia da Informação) Roseli Lotto Cordeiro, tem uma casa de veraneio na Riviera de São Lourenço, Litoral Norte de São Paulo. “Pensamos em melhorar a integração e modernização dos ambientes”, salienta Roseli sobre a importância da criatividade neste módulo.

É esta qualidade que permite, inclusive, economizar na hora da finalização, investindo em alguns produtos que possam se sobressair pelo visual. Por exemplo, usar reciclados e fibras. Não esquecendo que absolutamente tudo precisa ser impermeável na área externa. “A corda naval também está bastante em alta. Os candys colors entram na lista. Já para 2017, a cor mais pedida é o amarelo. O tecido de linho nunca sai de moda, enobrecendo os acessórios e dando o toque rústico chique”, detalha Ingrid Hirsch, proprietária de empresa de móveis.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados