Em busca do sonho

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Ratti

Quando tem sonho em jogo, toda a dedicação para alcançá-lo vale a pena. Mas quando se trata de um desejo coletivo, parece que ganha mais força. É exatamente isso que Mariana Ribeiro, diretora e fundadora do Studio Coreográfico Corpore Sano, sente atualmente.

Com objetivo de ser mais do que uma escola de dança, Mariana e Rodrigo Lopes criaram, em 2006, extensão profissional após a formação dos bailarinos, o Grupo Jovem Andreense, a fim de profissionalizar os jovens bailarinos. E este ‘time’ foi escolhido para participar do YAGP (Youth America Grand Prix), em abril, competição que ocorre em Nova York e é a maior de dança do mundo. “Nós estávamos em festival de dança em Joinville e uma pessoa viu a nossa apresentação. Foi quando apareceu o convite”, diz.

Mesmo a premiação sendo boa oportunidade para a carreira de cada um dos 14 bailarinos, a viagem tem custos que a companhia ainda não pode arcar. Por isso, surgiu a ideia: fazer algumas ações na Avenida Paulista aos domingos para arrecadar verba e seguir com o sonho. “A gente pensou sobre todos os custos que uma viagem dessa nos dá e também sabemos que alguns não têm dinheiro para investir”, conta Mariana. “Logo, fomos para a Paulista, que tem sido grande centro cultural de São Paulo.”

A companhia criou ainda uma ‘vaquinha’ on-line para quem quiser contribuir até o fim de fevereiro. O endereço é www.vakinha.com.br/vaquinha/projeto-realizedance-leve-o-grupo-de-ballet-para-ny (ou digite #realizedance). Em solo norte-americano, os bailarinos vão apresentar Metropolis, espetáculo criado pela coreógrafa Ingrid Pompermayer. “Acredito que essa experiência vai trazer muito aprendizado”, revela a diretora.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados