Aqui ele se sente em casa

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

Inaugurado em 1971, não há dúvidas de que o Teatro Municipal de Santo André é uma das pérolas do Grande ABC. O local abriga três palcos que funcionam simultaneamente e um fosso com capacidade para vários músicos. Não à toa que quando muitos artistas o experimentam, sempre fazem questão de voltar. É o caso de Pedro Mariano, que já é praticamente ‘sócio’ da região. Seu último show por aqui foi em agosto, no Sesc. Amanhã, a partir das 21h, ele está de volta com o show Trio.

“Acho muito legal essa conexão que foi criada com o Grande ABC, uma região dentro do Estado, mas que é tão diferente. É ótimo tocar em Santo André, além de a resposta do público ser imediata, é possível fazer várias versões de apresentações no teatro, atende demandas diversas”, declara o artista ao Diário.

Desta vez, Mariano traz Trio, com ele cantando e tocando bateria e piano. “O show é, originalmente, com guitarra, baixo e bateria, mas com esta possibilidade de transformação abrem-se leques de repertório.” Por isso, segundo ele, não importa quantas vezes vem ao Grande ABC, o espetáculo será diferente. “Sempre terão outros sons e outras texturas.”

Em relação ao setlist, o cantor diz que prioriza suas faixas de sucesso – como Pra Você Dar o Nome, Simplesmente, Voz No Ouvido, Pode Ser, Quase Amor e Um Pouco Mais Perto – para “manter a espinha dorsal e respeitar o público”, mas que busca coisas novas, está sempre antenado ao que está acontecendo no mercado musical. “Teremos surpresas para este show em Santo André. Estamos justamente agora na definição do repertório, mas não vou adiantar. Só aí no palco mesmo”, brinca.

FILME ELIS
Pedro Mariano aproveitou o bate-papo com o Diário para falar sobre a sua impressão do filme Elis, que estreia na quinta-feira, com a atriz Andréia Horta interpretando sua mãe. Pedro e Maria Rita são filhos de Elis com César Camargo Mariano, e meio-irmãos de João Marcelo Bôscoli, filho da cantora com Ronaldo Bôscoli.

“Espero que todo mundo sinta as mesmas coisas que sentimos quando vimos a obra pronta. Ficamos muito satisfeitos. Hugo Prata (diretor) conseguiu colocar na trama pontos lindos e emotivos dela e de todo seu legado. Claro que contar a história da multifacetada Elis em duas horas é desafio tremendo, mas ele teve uma visão coerente e pertinente”, encerra.

> Pedro Mariano em Trio – Show. Amanhã, a partir das 21h. No Teatro Municipal de Santo André – Praça 4º Centenário. Ingr: R$ 40 e R$ 80. Vendas nas bilheterias do local, telefone (2093-3176) ou pelo site www.bilheteriaexpress.com.br.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados