Sesc Santo André celebra Manoel de Barros

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vinícius Castelli

 Suas escritas fizeram com que fosse respeitado por gênios como Carlos Drummond de Andrade. Se vivo, Manoel de Barros completaria 100 anos em dezembro. Nome importante e popular da poesia brasileira, ele ganha justa homenagem no Sesc Santo André (Rua Tamarutaca, 302. Tel.: 4469-1200) no mês que antecede seu centenário.

A programação pode ser conferida já hoje, a partir das 12h, com o espetáculo Crianceiras. Criado pelo músico sul-mato-grossense Márcio de Camillo, a partir da obra poética do homenageado, o show cênico-musical apresenta a poesia conversando com linguagens múltiplas, como as iluminuras da artista Martha Barros, filha de Manoel de Barros. Tudo se mistura com animações, músicos e atores. Os ingressos custam de R$ 8,50 a R$ 17 e podem ser comprados nas bilheterias. O espetáculo será representado nos dias 20 e 27, no mesmo horário.

Também hoje, um pouco mais tarde, a partir das 17h, o grupo Canto Livro apresenta o espetáculo Matéria de Poesia, com entrada gratuita. O show lítero-musical, inspirado no poeta sul-mato-grossense, conta com canções de nomes como Renato Teixeira, Jean Garfunkel, Geraldo Roca e Paulo Simões, que conversam com poemas como Meu Avô e Poemas Rupestres. Morto em 2014, aos 97 anos, o poeta publicou mais de 30 livros, como Livro Sobre Nada, O Livro das Ignorãças e Tratado Geral das Grandezas do Ínfimo. Ganhou mais de dez prêmios literários, entre eles dois Jabutis.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados