Modernista brasileiro ganha documentário

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

 Poucos tiveram a chance de conviver com artistas do gabarito de Pablo Picasso. Mas existiram os sortudos. É o caso de Cícero Dias (1907-2003), pintor pernambucano que se radicou em Paris a partir de 1937, fugindo da perseguição política do Estado Novo. Foi quando conviveu com Picasso, experiência que o transformou em pintor de repercussão internacional. Esta incrível história pode ser conferida a partir de quinta-feira no documentário Cícero Dias, o Compadre de Picasso. O filme entra em cartaz em salas da Capital.

A ideia do documentário surgiu por influência do pai do diretor, Vladimir Carvalho (Rock Brasília, entre outros), que desenhava, esculpia e sabia tudo sobre o pintor pernambucano. Em 2005, filmou em Paris mostra sobre Dias e entrou em contato com a viúva e a filha do artista, que colocaram à sua disposição arquivo e o atelier do pintor. A história foi filmada em Paris, Pernambuco (Jundiá e Recife), Curitiba e Rio de Janeiro.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados