Sesc abre a exposição coletiva ‘Reformar’

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

 A arte pode ser analisada de diversos pontos de vista. Essa é uma de suas principais virtudes. Partindo desse princípio, foi aberta a exposição Reformar no Sesc Santo André, que segue até 19 de fevereiro. Nela, por meio de desenhos, objetos, pinturas e intervenções inspiradas na arquitetura do prédio, os artistas Reginaldo Pereira, Renata Cruz e Renato Leal instigam o público com 19 obras que investigam o espaço expositivo, transformando-o e possibilitando um novo olhar para a unidade. A curadoria é de Raphael Fonseca.

A ideia surgiu, segundo Renato, porque os três artistas queriam muito trabalhar juntos e desenvolviam trabalhos bidimensionais e tridimensionais. “Fizemos então uma maquete da Galeria, dez painéis e esse foi o início da nossa história. A arquitetura do prédio tem uma personalidade muito forte e a obra do (Luiz) Sacilotto acabou influenciando bastante a nossa também.”

Os artistas, que dialogam com as obras de Sandra Cinto que estão por lá também, buscaram elementos encontrados no edifício como formas geométricas nos pisos e paredes, escalas de cores, saliências, lugares, usos e outras especificidades para a criação de cada obra, levando em conta as características de cada um deles. Eles também fizeram uma pesquisa sobre as cores predominantes no prédio do Sesc e criaram paleta de cores especialmente para a exposição.

> Rerformar – Exposição. Sesc Santo André (R. Tamarutaca, 302). Visitação de terça a sexta, das 10h às 21h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h30. Grátis.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados