Grafite dá vida e cor à estação de trem andreense

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vinícius Castelli

 A Estação Prefeito Celso Daniel – Santo André, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) tem mais vida e cores. Uma das paredes internas do espaço ganhou grafites assinados pelas artistas Clara Leff e Linoca Souza. Quem passar pelo espaço a partir de hoje já poderá apreciar as obras.

Feitos em dois dias, os grafites têm como mote a força e atuação das mulheres na sociedade. Ilustradora e artista visual, Linoca opta por trabalhos que abordem a figura da mulher negra e periférica. Desigualdades de gênero, social e étnica são apontadas em suas artes.

A artista visual e ilustradora Clara Leff terminou sua obra ontem, no início da tarde. Com foco na liberdade e no feminino, ela coloriu a parede com grande imagem de um rosto de mulher todo pintado de azul. Ela acredita que obras como essas, em locais públicos, dão vida ao espaço. “Sempre faço mulheres azuis, místicas. Representa a vida. Gosto da figura feminina”, conta ela.

Clara conta que o universo do hip hop e grafite ainda é machista. “Uma vez disseram em um workshop que, para as mulheres, fazer grafite é mais difícil por termos menos força nos braços. Eu insisti, sou alguém da resistência e minhas mulheres trazem muita força.”




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados