Dois lados de Marcelo Serrado

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Ratti

 Vilão e comediante. São pouquíssimos os atores que conseguem sair tão fácil de um personagem polemicamente maldoso para fazer o público rir. É o caso do global Marcelo Serrado, que estará sábado no Paulo Machado de Carvalho, em São Caetano, com o monólogoO ATORmentado. Ele faz parte do elenco de Velho Chico, em que interpreta o vilão Carlos Eduardo, deputado federal na trama.

Serrado traz à região espetáculo que relembra passagens da sua trajetória como ator. “É um show de humor com partes de alguns personagens que fiz antes”, conta. Além disso, ele revela ao Diário que tem muito improviso envolvido. “A plateia também participa e, o melhor: não tem cenário, é tudo cru”, diz. Entre os destaques da sua carreira está Tonico Bastos, de Gabriela.

E quando se fala de humor tem um personagem do profissional que logo vem à cabeça de todos os noveleiros de plantão: o Crô, de Fina Estampa (2011–2012), que originou um filme estrelado por ele, em 2013. A figura exagerada e cheia de personalidade marcou a carreira do ator mostrando o lado ‘menos sério’ de Serrado. Por isso merece, segundo o próprio, estar presente no monólogo. “Sou muito grato pelo que aconteceu a partir do Crô, por isso fiz questão de inclui-lo neste projeto também”, revela o artista de 49 anos.

Além disso, a apresentação também conta com outros temas importantes como o engajamento político, mas de forma bem-humorada, garante o comediante. Pai de gêmeos, o ator relata no palco algumas passagens engraçadas de mais esse ‘papel’ da sua vida. “Junto tudo em ATORmentado: política, nossa maneira de ver as coisas, nosso olhar sobre a sociedade e também sobre o outro.”

> ATORmentado – Monólogo de Marcelo Serrado. Teatro Paulo Machado de Carvalho – Alameda Conde de Porto Alegre, 840, em São Caetano. No sábado, a partir das 19h. Ingressos.: R$ 35 e R$ 70, vendidos no local ou pelo site Compre Ingressos (www.compreingressos.com.br).




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados