Série que imita reality

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Ratti

 É tudo ou nada. A nova série da Globo, Supermax – que imita um reality e estreia hoje depois de Justiça, com previsão de ir ao ar todas as terças-feiras –, tem tudo para fazer o público ficar vidrado nas telinhas ou despencar a audiência no horário.

É que o estilo ‘série de terror’ – em 12 episódios – nunca antes foi apresentado na televisão brasileira. E como tudo que é novo causa estranhamento, o elenco de Supermax está preparado para as críticas e elogios. Eles, inclusive, tiveram de passar por treinamento para entender a diferença entre trabalhar na televisão e em reality. “Até a gente teve dificuldade no começo. Assistimos a séries como Lost e The Walking Dead e fomos nos transformando”, revela Ademir Emboava, um dos atores do casting.

Emboava faz parte das ‘caras desconhecidas’, convocadas propositadamente para integrar o elenco de participantes do programa fake. A ideia foi de José Alvarenga Junior (Os Normais e Divã), que divide a direção com Fernando Bonassi e Marçal Aquino. Junior optou por mesclar atores que não fazem muitos trabalhos na televisão com renomados justamente para ‘confundir’ o público sobre o que é verdade e ficção. Integram o elenco das celebridades Cleo Pires, Mariana Ximenes (no ar também na novela Haja Coração) e Erom Cordeiro. Outro nome bem famoso da televisão e dos realities que foi escalado para esta aventura da Globo é Pedro Bial. Ele será o apresentador da atração.

A TRAMA

No reality fictício, 12 pessoas que já tiveram problemas com a lei topam o desafio de ficarem confinadas em presídio de segurança máxima desativado na Floresta Amazônica. Com câmeras por todos os lados, o vencedor vai ganhar R$ 2 milhões (dinheiro de brincadeirinha também, só para deixar claro). Cada um cometeu um crime e tem segredos sombrios. Ademir Emboava, por exemplo, interpreta economista e ex-parlamentar que é pego em operação. “Ele vai preso e se considera um arquivo vivo a ser ‘apagado’. Ele decide entrar no programa para se manter vivo e dar um jeito de melhorar sua reputação”, explica o ator.

Estão no balaio de gatos enfermeira que trabalhava com doentes terminais (Ximenes), psicóloga que foi sequestrada (Pires), ex-policial (Cordeiro), ex-lutador de MMA (Bruno Belarmino), dona de casa, padre pedófilo, ex-jogador de futebol, atriz coadjuvante, médico reformado do Exército, dona de rede de salões de beleza e adepto de seitas satânicas. Não dá para negar que Supermax promete.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados