Musical relembra obra de Cartola

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

Três dias antes de Cartola morrer, Carlos Drummond de Andrade publicou um artigo dizendo que o considerava um humano que se apaixonou pelo samba e fez do gênero o mensageiro de sua alma delicada. Se quiser comprovar essa constatação drummondiana, basta assistir ao musical Cartola – O Mundo é Um Moinho, em cartaz até dia 31 de outubro no Teatro Sérgio Cardoso (R. Rui Barbosa, 153). A idealização é de Jô Santana e a dramaturgia, de Artur Xexéo.
Protagonizado por Flávio Bauraqui – que contracena com mais 17 atores, entre eles Eduardo Silva (Carlos Cachaça), Adriana Lessa (Deolinda, a primeira mulher de Cartola), e Virgínia Rosa (Dona Zica) – a dramaturgia retrata a quadra de escola de samba em processo criativo para o desfile de Carnaval, que levará à avenida a vida e obra de Cartola. Há sempre a participação de um cantor convidado.
As apresentações são de sexta (20h), sábado (21h), domingo (18h) e segunda (20h). Os ingressos custam de R$ 30 a R$ 120 e estão à venda no site ingressorapido.com.br. 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados