E ele se foi com o Velho Chico...

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

A máxima de que a vida imita a arte nunca foi tão verdadeira. Ontem, após um mergulho no Rio São Francisco, em Canindé, no Sergipe, o ator Domingos Montagner, o Santo dos Anjos, de Velho Chico, desapareceu. Era 14h30. Prontamente, sua parceira de cena Camila Pitanga chamou a produção da novela, que avisou a polícia e os bombeiros. Eles iniciaram a busca junto aos pescadores locais, que foi finalizada às 18h, quando o corpo do ator foi encontrado preso nas pedras, perto da Usina de Xingó.

A dupla gravou pela manhã e ganhou folga para o resto do dia. Domingos havia acabado de almoçar e resolveu mergulhar na prainha de Canindé junto com a atriz. Quem estava próximo disse que Camila ficou desesperada ao notar que o ator não voltava após pular no rio. Coincidentemente, há pouco menos de um mês, seu personagem na novela, Santo, desapareceu nas águas do São Francisco após ser baleado. Na trama, também foi levado pela correnteza e salvo pelos índios. E foi Tereza quem o encontrou e o levou para casa. Essa parte a vida esqueceu de imitar. Domingos tinha 54 anos, deixa a mulher, a atriz e produtora Luciana Lima, e três filhos: Leo, 13 anos, Antônio, 8, e Dante, 5.

A notícia do seu desaparecimento gerou comoção imediata nas redes sociais. Uma vez confirmada sua morte, muitos lamentaram a tragédia. “Que fatalidade. Há uma semana estávamos dividindo esta manhã tão especial. Que você vá em paz, com luz, porque o que você é e fez continuarão sempre aqui”, escreveu a apresentadora Ana Maria Braga, que recebeu o ator em seu programa.

Na gravação, o ator fez questão de fazer homenagem ao colega de elenco Umberto Magnani, o padre Romão, que também morreu durante a gravação da novela, em abril, e comentou a conexão com a atriz Camila Pitanga. “Por conta do preparo para a trama, estabelecemos um vínculo forte. Por isso, Santo e Teresa têm essa coisa de estarem unidos espiritualmente, em outra dimensão.”

DIA-A-DIA


Em novembro de 2012, quando já havia acabado de estrear na pele de Zyah, o protagonista de Salve Jorge, novela de Glória Perez, Montagner foi capa da Dia-a-Dia Revista. Falou da sua dedicação à arte circense por décadas – por isso, nas fotos aparece trajado a caráter –, os papéis de destaque que ganhou na televisão já próximo aos 50 anos e a paixão por ensinar, já que foi durante anos professor de Educação Física. E divagou sobre a vida. “A felicidade não existe. Você tem de aproveitar as situações que aparecem, senão fica eternamente frustrado. A alegria está em observar os momentos interessantes que passam pela sua vida e desfrutar, ter a alma mais aberta para isso.”

Fica registrada aqui também, portanto, a mesma frase usada no fim da reportagem em questão: como disse Jean Piaget, “se não morre aquele que escreve um livro ou planta uma árvore, com mais razão não morre o educador, que semeia vida e escreve na alma.” Até logo, professor Domingos.

Artista conheceu o rio durante ‘Cordel Encantado’

O último capítulo da novela Velho Chico vai ao ar no dia 30 de setembro e parte do elenco gravava a reta derradeira da trama, por isso, estava em Sergipe. Ontem, no fim do dia, diz-se que Camila, Marcelo Serrado, Marcos Palmeira, Lucy Alves e Gabriel Leon reuniram-se para rezar por Montagner, que conheceu o Velho Chico ainda durante as filmagens da novela Cordel Encantado, em 2011. No programa da Ana Maria Braga ele chegou a comentar que bastava dar um mergulho no rio para se sentir “restabelecido.”

Por conta da tragédia, a Rede Globo anunciou que as gravações, planejadas para acabarem domingo no Nordeste, foram canceladas. Já existem cinco capítulos finalizados e a emissora deve exibi-los, porém, ainda nada foi decidido em relação à solução para o desaparecimento de Santo e, portanto, para o desfecho da história na ficção.

OUTROS TRABALHOS


Além da novela, o ator – nascido em São Paulo – está em cartaz nos cinemas. Ele interpreta o corvo em Um Namorado Para Minha Mulher. Recentemente, fez o papel de um marido agressivo em Vidas Partidas, também nas telonas, um homem apaixonado em De Onde Eu Te Vejo, e está no longa Através das Sombras, ainda inédito. Na televisão, esteve no casting de tramas como Salve Jorge, Joia Rara e Sete Vidas e participou também de Força-Tarefa, Divã, A Cura, O Brado Retumbante, entre outros projetos

(colaborou Marcela Munhoz)




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados