Sesi Mauá apresenta comédia existencialista

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes<br>Do Diário do Grande ABC

 Muitos se perguntam qual o sentido da vida. Ou quanto tempo se tem para aproveitá-la ainda. Essas e outras questões serão tratadas hoje e amanhã, às 20h, na comédia existencialista 700 Mil Horas, que será apresentada no Sesi Mauá (Av. Presidente Castelo Branco, 237). A entrada é gratuita.
Idealizado pela Cia. Luis Louis, o texto apoia-se na expectativa de vida do brasileiro para levar à reflexão sobre como a sociedade consome e vive as horas do dia a dia. Para revelar as ações durante toda a vida, a peça propõe um jogo inusitado: viver as 700 mil horas em exatos 60 minutos, contados por meio de um cronômetro presente a todo o momento no palco.
As personagens vivem situações como a obsessão pelo corpo ideal, o endividamento geral, a paranoia com segurança e a instabilidade dos relacionamentos amorosos. Tudo isso deixa cada vez mais claro o distanciamento dos verdadeiros valores para o ser humano.
Além da expectativa de vida, que aumentou nos últimos oito anos, esta versão da peça dá maior ênfase ao impacto das tecnologias nas relações interpessoais e na execução das tarefas diárias. Oportunidade para o público refletir, de forma leve e descontraída, sobre o peso de cada escolha na formação do indivíduo.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados