The Offspring mata saudades da adolescência

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Marcela Munhoz

É incrível como a música tem o poder de ressuscitar memórias e sensações guardadas em algum lugar no fundo do peito. Basta ouvir o hit que fez parte da trilha sonora da adolescência ou de algum momento especial que tudo volta à tona. Talvez isso explique o clima contagiante que tomou conta do show do grupo punk The Offspring. Eles dominaram o Espaço das América, em São Paulo, na madrugada de quinta-feira no festival Rock Station. Antes, ocuparam o palco as bandas Dona Cislene (brasileira) e as gringas Anti-Flag e Dead Kennedys.

Os caras do The Offspring fizeram muito marmanjão voltar a agir como adolescente. Seja ganhando uns bons roxos nas rodas de pogo ou pulando ao som de clássicos inesquecíveis. E Dexter, Greg, Kevin e Pete escolheram repertório perfeito para isso. Sem muitas palavras e som pesado, os cinquentões deram conta do recado, apesar do calor sufocante que estava lá dentro.

O público aproveitou o sistema de som muito bom e cantou junto músicas como Come Out and Play, Coming for You, Original Prankster, All I Want, Why Don’t You Get a Job?, Want You Bad, Pretty Fly e The Kids Aren’t Alright. Na volta para o bis, eles deram o ‘fatality’ com Americana e Self Esteem. Quando as luzes acenderam, quem viu a cena dos ‘adolescentes’ felizes segurando seus copos com o nome da banda tem mais uma boa memória para recordar de vez em quando. 




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados