Olá, Bienal

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Vanessa Soares Oliveira

 A paixão por livros geralmente é avassaladora. Quem ama ler o faz compulsivamente, uma história após a outra. A 24ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que começa hoje e vai até 4 de setembro, no Pavilhão do Anhembi, é a oportunidade perfeita para adquirir novos títulos, conhecer as novidades de cada editora, além de ter a chance de levar para casas obras autografadas.

Com o tema Histórias em Todos os Sentidos, a Bienal terá 12 espaços dedicados a atividades variadas, como apresentações artísticas, bate-papos, debates, passo a passo de pratos feitos por chefs internacionais no Cozinhando com Palavras, a valorização do cordel e do repente. O destaque fica para o Espaço Infantil Mauricio de Sousa, totalmente dedicado ao público infantil.

Além disso, cerca de 300 autores, brasileiros e internacionais, confirmaram presença no evento, como Lucinda Riley, Ava Dellaira, Marian Keyes, Megan Maxwell e Jennifer Niven, Ari Toledo, Leisa Rayven, Padre Marcelo, Larrisa Manoela, Paula Pimenta, Talita Rebouças, Rafael Vitti, Manu Gavassi.

Entre eles, está Pedro Bandeira, reconhecido escritor de histórias para o público infantojuvenil, que marca presença no estande da Editora Moderna nos dias 27 (a partir das 16h), 30 de agosto (11h) e 1º de setembro (14h). Aos 74 anos, mais de 30 deles dedicado à carreira, o escritor já esteve presente em diversas edições da Bienal, mas nem por isso deixa de estar animado. “Estou esperando bastante gente porque muitos leitores têm me mandado e-mail. Tem gente que vem até do Acre para me ver. Embora eu ache que estará muito cheia, aquela coisa, é sempre uma grande festa, uma grande farra. Apesar das dificuldades e queda nas vendas, a festa está garantida”, declara. Ao todo, Bandeira terá oito títulos relançados, como Alice no País da Mentira, Brincadeira Mortal, Gente de Estimação, O Grande Desafio e Descanse em Paz Meu Amor.

Para conseguir autógrafos dos autores prediletos, os interessados devem retirar senha no site do evento. Algumas, no entanto, já estão esgotadas. Os ingressos para a Bienal custam de R$ 10 a R$ 25 e estão à venda no www.bienaldolivrosp.com.br e na bilheteria. Crianças abaixo de 12 anos e pessoas maiores de 60 não pagam.

 

Casal Simka leva dois livros à feira

Por Vanessa Ratti


A parceria dos escritores Cida e Sérgio Simka, de Mauá, vai além da vida pessoal. O casal representa com propriedade os autores da região na Bienal. Isso porque os dois, juntamente com Otelo Homenageei, propuseram a criação do Núcleo de Escritores do Grande ABC e apresentaram o projeto na reabertura do Espaço dos Escritores no segundo andar da Biblioteca Nair Lacerda (Praça 4º Centenário), em Santo André. Além disso, os professores vão lançar dois livros na feira: O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa na Prática (Editora Wak, 136 págs., R$ 36) , amanhã, a partir das 14h, e O Enigma da Velha Casa (Editora Uirapuru, 48 págs., R$ 35) , no dia 1º, às 16h.

Sérgio, que é casado com Cida – com quem escreve a maioria dos livros e formula projetos –, começou a vida literária escrevendo crônicas para jornal e já coleciona a terceira ida à Bienal levando obras de sua autoria. “Sempre sonhei em ser escritor e, mesmo não sendo a primeira vez no evento, a visibilidade aos autores que dela participam é evidente”, conta.

A obra O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa na Prática é produzido para profissionais da mesma área que os dois. “E também para quem quer aprender as regras do acordo ortográfico de maneira lúdica, prazerosa”, revela Simka. O segundo, O Enigma da Velha Casa, é, por sua vez, voltado para o público infantojuvenil. “É direcionada a crianças, jovens e adolescentes que apreciam terror, digamos que é bem intrigante”, completa. O escritor também ressalta a importância do evento para o Grande ABC. “A região precisa ser conhecida como capital da cultura, pois aqui moram artistas e escritores de qualidade indiscutível”, explica.

 São-bernardense Danilo Meana estreia

A 24ª Edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo marca a estreia do autor de São Bernardo Danilo Meana, 16 anos, que estará no evento no domingo, a partir das 16h30, para o lançamento do seu primeiro livro, Magna (Autografia Editora, 320 páginas, R$ 30, em média), e tarde de autógrafos. “Estou realizando um sonho”, declara o autor.

O livro de fantasia conta a aventura de dois garotos que vivem no mundo comum, mas por meio de um efeito mágico são transportados para um universo alternativo onde aprendem diversas lições sobre a vida. O autor explica que a história nasceu do desejo de mostrar personagens comuns em situações que exigem extremamente do psicológico humano. “Escrevi o livro nos moldes de William Golding. Na literatura de hoje é muito comum ver personagens criados em um mundo caótico que enfrentam situações de desgraça muito fácil. Meus personagens não. Eles são estudantes sujeitos a crises emocionais”, acrescenta.

Além disso, o mundo alternativo que Meana incluiu na trama é contado em detalhes. “Em Tolkien a descrição de paisagens é bem detalhada para que o leitor se sinta lá. Muitos escritores hoje aceleram isso e eu fico me perguntando: ‘Será que ele está vendo o mesmo que eu e vice-versa?’ Assim, procurei fazer essa descrição com muita precisão, mas sem deixar cansativo”, explica. Para dar ainda mais realidade à aventura, Magna é todo ilustrado e o responsável pelos desenhos é o artista plástico Samir Meana, pai de Danilo.

Apaixonado por literatura desde criança, Meana conta que, além do apoio da família, uma professora teve total responsabilidade no seu desejo por escrever Magna. “Sempre no início das aulas ela lia para nós o capítulo de algum livro”, relembra. Danilo não pretende encerrar a carreira por aqui e pensa em novas aventuras. “Já tenho outras histórias prontas”, finaliza.

>24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo – Pavilhão do Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209). De hoje a 4 de setembro. De segunda a sexta, das 9h às 22h; aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 10h às 21h.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados