Museu do Cinema em Gramado

Envie para um(a) amigo(a) Imprimir Comentar A- A A+

Compartilhe:

Miriam Gimenes

 Passear pelas ruas de Gramado, no Rio Grande do Sul, é exercício de contemplação. Sejam as belas construções, a maioria inspirada na arquitetura alemã, ou os jardins floridos, não há um lugar que não renda um clique. Mas a cidade, que também tem diversos outros atrativos – os chocólatras que nos digam – ganha um foco especial nesta época do ano: a realização do Festival de Cinema de Gramado, cuja 44ª edição começa amanhã e segue até dia 3 de setembro.

E, neste ano, haverá um plus ao evento: junto com a abertura, será inaugurado o MFCG (Museu do Festival de Cinema de Gramado), às 14h30. O empreendimento está localizado ao lado do Palácio dos Festivais e da Igreja São Pedro. Trata-se de um espaço projetado para registrar a história e trajetória de mais de quatro décadas da sétima arte no País. “Tivemos a oportunidade de trazer toda essa história que estava sendo perdida. Na verdade, ele (museu) foi criado no ano de 2000 por uma lei municipal, já existiu fisicamente em algum momento, mas o projeto não deu seguimento. Agora vamos dar vida a esse museu, que só era realidade no papel e o público não tinha acesso”, diz a museóloga Daniela Schmitt.

O projeto é inspirado nos grandes museus do mundo com linguagem moderna e interativa e pretende levar o público a uma imersão no mundo cinematográfico, exibindo e registrando a trajetória do cinema brasileiro, dos grandes diretores, atrizes e atores por meio de imagens, vídeos, objetos e jogos interativos que nos levam para este universo. Haverá também locais dedicados às atrizes Zezé Motta, Maitê Proença e ao ator Lima Duarte, que, em breve, ganharão estátuas de cera em homenagem.

Dentro desta viagem serão exibidos conteúdos e documentários retratando a história do festival. A entrada será gratuita para todos os moradores de Gramado e, para os turistas, durante os dias úteis, o ingresso terá o valor de R$ 20. Nos fins de semanas e feriados o custo será acrescido em R$ 10.

A CIDADE
E, se estiver em Gramado para curtir as produções de cinema, que tal esticar alguns dias e conhecer, a fundo, a cidade? Não vai se arrepender. Entre as atrações principais estão os Museus do Perfume, do Chocolate, Medieval e do Automóvel. Se estiver com crianças, vale muito a pena visitar o Mini Mundo, onde maquetes imitam diversos lugares com perfeição, as igrejas locais – inclusive a da cidade vizinha, Canela –, a Aldeia do Papai Noel, o Lago Negro e o Parque de Neve Snowland, onde é possível até esquiar, entre outras coisas.




Diário do Grande ABC. Copyright © 1991- 2017. Todos os direitos reservados